Vestibular

O vestibular é uma das formas de ingresso na Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo.

A prova busca identificar, por meio de questões objetivas e discursivas, o aptidão do candidato nas diversas áreas do conhecimento, como: Matemática, Língua Portuguesa, Biologia, Química, História e temas da atualidade, bem como a coesão e a coerência na elaboração textual aplicados em forma de redação.

Abaixo disponibilizamos as informações do Vestibular 2017 da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, que foi elaborado e organizado pela coordenadoria de vestibulares e concursos da PUC/SP. Para informações na íntegra, acesse o site: www.vestibular.pucsp.br

Período de inscrição: 05/10 a 18/11/2016 (o vestibular da FDSBC é anual)
Taxa de inscrição: R$ 99,00 (Noventa e nove reais)
Não há isenção da taxa de inscrição.
Manual de inscrição: www.vestibular.pucsp.br
Como fazer sua inscrição:
  • Preencher a ficha de inscrição pela Internet: www.vestibular.pucsp.br
  • Pagar pela Internet ou imprimir e pagar o boleto bancário em qualquer agência bancária até o vencimento.
  • O número de inscrição será encaminhado via e-mail ao candidato até 72 horas após a compensação do pagamento da taxa.
OBS: Qualquer dúvida sobre a inscrição realizada pelo site deverá ser esclarecida com a PUC/SP.
Atendimento da FDSBC:
Atendimento da PUC-SP:
  • Disk Vestibular PUC: 3124-5797, de 2ª a 6ª feira das 9h às 18h.
  • E-mail PUC: vestibular@pucsp.br
Data da prova: 11 de dezembro de 2016 (domingo)
Horário: O candidato deverá comparecer ao local de exame às 13 horas. A prova será aplicada das 14h às 19h.
Locais: Divulgado no site da PUC (www.vestibular.pucsp.br)
O candidato deverá identificar a letra e o número de sua inscrição (recebido por e-mail) e a que sala de prova corresponde.
 
Vestibular
Objetivo: Avaliar a formação geral do candidato, construída ao longo do ensino fundamental e médio. Isto significa que independente do turno, todos os candidatos serão submetidos às mesmas provas, sem exigências diversificadoras. Na prova serão avaliadas as capacidades de interpretar e organizar as ideias, estabelecer relações, interpretar dados e fatos e problematizar a partir de um conjunto de dados relativos a quaisquer das áreas de conhecimento.
Número e valor bruto das questões: 50 questões objetivas de múltipla escolha com 4(quatro) alternativas nas disciplinas de Ensino Médio: Biologia, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Literatura, Matemática, Química e Atualidades e uma redação.
Provas anteriores: www.vestibular.pucsp.br
A nota obtida no ENEM realizado no ano de 2015 poderá ser considerada para o cálculo da classificação geral do candidato de acordo com o desempenho obtido nas questões objetivas da prova.
 
A incorporação do resultado obtido pelo candidato na prova objetiva do ENEM 2015 ocorrerá se o total de pontos obtidos nas questões objetivas do vestibular for menor que a pontuação resultante do cálculo da fórmula: (Vestibular + ENEM)/2.
 
A nota da prova objetiva de conhecimentos gerais do ENEM entra na fórmula na mesma escala das questões objetivas do Vestibular. Portanto, o resultado da fórmula que contempla a prova objetiva do ENEM 2015 só será utilizado se beneficiar o candidato, caso contrário será considerada a nota do Vestibular.
 
Nessa condição, a DIFERENÇA (“VESTIBULAR+ENEM 2015)/2 – VESTIBULAR”), em termos da porcentagem (% DIFERENÇA: VESTIBULAR) será incorporada, produzindo o devido acréscimo em todos os pontos obtidos nas questões objetivas do vestibular obtidas pelo candidato.
Calendário das chamadas e matrículas:
É de responsabilidade de cada candidato informar-se sobre as lista de convocação (chamadas) para a matrícula.
O não comparecimento dentro do prazo determinado para matrícula presencial implica a perda do direito à matrícula.
 
Lista de Espera: No período previsto em calendário, os candidatos classificados que aguardam convocação para matrícula deverão, obrigatoriamente, confirmar interesse para compor lista de espera. O candidato que deixar de efetuar a matrícula, em qualquer das convocações anteriores ao período determinado para inscrição na lista de espera e desejar voltar a concorrer, poderá confirmar o interesse para compor a lista de espera, a fim de concorrer a ocupação da vaga perdida.
 
DataAtividade
De 05/10 a 18/11/2016Inscrições
05/12/2016Publicação do local da prova
11/12/2016Prova
Até 13/12/2016Divulgação do gabarito
22/12/2016 a 13/01/2017 Matrícula 1ª chamada - onlineEntrega presencial da autodeclaração (11/01/2017)
20 a 24/01/2017 Matrícula 2ª chamada - onlineEntrega presencial da autodeclaração (23/01/2017 )
31/01 a 02/02/2017 Matrícula 3ª chamada - onlineEntrega presencial da autodeclaração(01/02/2017)
06 a 10/02/2017Período para confirmação de interesse em compor a lista de espera
08 e 09/02/2017Matrícula 4ª chamada
15 e 16/02/20175ª chamada e matrícula por confirmação de interesse em compor a lista de espera
02 e 03/03/20176ª chamada e matrícula por confirmação de interesse em compor a lista de espera
08 e 09/03/20177ª chamada e matrícula por confirmação de interesse em compor a lista de espera
15 e 16/03/20178ª chamada e matrícula por confirmação de interesse em compor a lista de espera
22 e 23/03/20179ª chamada e matrícula por confirmação de interesse em compor a lista de espera
29/03/201710ª chamada e matrícula por confirmação de interesse em compor a lista de espera
Horários para matrícula presencial (a partir da 4.ª chamada):
  • Das 9h às 11h
  • Das 19h às 21h
Documentos obrigatórios para matrícula: (cópias autenticadas em cartório)
  • 1 (uma) cópia do Histórico Escolar de Ensino Fundamental;
  • 1 (uma) cópia do Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou equivalente;
  • 1 (uma) cópia do Histórico Escolar de Ensino Médio; Obs.: Caso tenha somente a DECLARAÇÃO DE CONCLUSÃO do Ensino Médio, esta deverá conter o reconhecimento de firma de quem assinou o documento;
  • 1 (uma) cópia da Cédula de Identidade;
  • 1 (uma) cópia da Certidão de Nascimento;
  • 1 (uma) cópia simples do comprovante de votação da última eleição;
  • 1 (uma) cópia simples de documento comprobatório que está em dia com as obrigações militares;
  • 1 (uma) cópia do comprovante de residência (com CEP);
  • 1 (uma) cópia do CPF do candidato (se não tiver, apresentar o CPF original do representante legal somente para matrícula e até o início das aulas entregar cópia do CPF do próprio candidato);
  • 1 (uma) foto 3x4 recente;
  • Efetuar o pagamento e apresentar o comprovante.
  • Será desclassificado, em qualquer época, mesmo após a efetivação da matrícula, o candidato classificado que tenha realizado o Vestibular FDSBC 2017 usando documentos ou informações falsas ou outros meios ilícitos.
 
Relação de candidatos por vaga:
Vestibular 2016 – 1.ª OPÇÃO
Matutino2,76
Noturno2,79
Quantidade total de convocados no vestibular 2016:
VagasConvocados
Matutino240342
Noturno240322
 
No ano de 2017 o vestibular da FDSBC disponibilizará 480 (quatrocentos e oitenta) vagas, distribuídas entre os períodos Diurno e Noturno. Dentre estas, 15% das vagas de ingresso serão pelo sistema de cotas, conforme segue:
Vagas oferecidasVagas (excluídas as cotas)Vagas disponibilizadas pelo sistema de cotas
Período DIURNOLista GeralCotas raciais - PPI (Pretos Pardos e Indígenas)Cotas Sociais - Egressos da rede Pública
240 vagas85% (204 vagas)15% (18 vagas)15% (18 vagas)
Período NOTURNOLista GeralPPI (Pretos Pardos e Indígenas)Egressos da rede Pública
240 vagas85% (204 vagas)15% (18 vagas)15% (18 vagas)
TOTAL: 480 vagas408 vagas36 vagas36 vagas
São 4 (quatro) turmas por período e cada sala deverá conter o número máximo de 60 alunos ingressantes.
O sistema de cotas instituído pela FDSBC visa assegurar o ingresso ao ensino superior de candidatos considerados:
  • Negros (pretos e pardos) e indígenas (conforme classificação oficial do IBGE) ou,
  • alunos egressos da rede pública que tenha cursado do 6° ao 9° ano (ou 5ª a 8ª série) do Ensino Fundamental, cumulativamente com todas as séries do Ensino Médio de todo o território Nacional.
Para concorrer às vagas destinadas às cotas raciais (item a - candidatos PPI – pretos, pardos e indígenas) o candidato preto ou pardo deverá comparecer em dia estipulado em calendário para preenchimento e assinatura de próprio punho, da autodeclaração bem como enviar juntamente com a documentação uma foto 3 x 4 colorida e atual. A ausência do candidato no dia estabelecido para tal ensejará na não confirmação de sua matricula bem como na perda da vaga.
 
ATENÇÃO:
  • O candidato que não tiver 18 anos completos deverá vir acompanhado do responsável (pai/mãe) para preenchimento da autodeclaração, devendo o documento ter a assinatura do candidato e do seu responsável legal.
  • O candidato que não puder estar presente no dia indicado para o preenchimento da autodeclaração, deverá deixar o documento devidamente redigido de próprio punho, assinado e com a sua firma reconhecida para que terceiros façam a entrega na data indicada no calendário de convocação.
A autodeclaração deverá ser baseada no fenótipo preto ou pardo, ou seja, no conjunto de características/ traços observáveis da raça, advindas do genótipo.
Na condição de cotista racial indígena, o candidato deverá comprovar sua condição por meio de uma declaração emitida pela FUNAI que informe detalhes de sua comunidade e etnia ou por meio de declaração da própria comunidade, assinado por sua(s) liderança(s), a qual ateste a condição étnica do candidato. A declaração deverá ser entregue juntamente com os documentos para matricula.
Para os candidatos que concorrerão às vagas destinadas as cotas sociais, item b – a comprovação da escolaridade se dará no ato da matricula pela entrega das cópias dos históricos escolares do ensino fundamental e médio comprovando o curso em escola pública em todas as séries especificadas no item b.
Entende-se por aluno egresso da rede pública de ensino as instituições de ensino criadas ou incorporadas, mantidas e administrada pelo Poder Público, nos termos do inciso I do artigo 19 da Lei Federal nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Exclui-se do rol, as escolas do sistema S – SENAI, SESI, SESC, Fundações e Cooperativas (que apesar de serem gratuitas são mantidas pelo setor privado) bem como alunos bolsistas de escolas particulares de ensino.
Todos os candidatos concorrerão em igualdade de condições com os demais candidatos, no que diz respeito ao conteúdo e avaliação de provas.
Para fins de classificação no processo seletivo haverá três listas sendo – lista geral, lista de cotas raciais, destinadas a candidatos que se autodeclararem Pretos, Pardos ou Indígenas e por fim, lista de cotas sociais, destinadas a candidatos egressos da rede pública de ensino a partir do 6º ano do ensino fundamental.
Todos que se inscreverem no processo seletivo 2017 estarão automaticamente concorrendo para as vagas disponíveis pela lista geral, podendo, caso atendam os requisitos e haja interesse, se inscrever também para as vagas do sistema de cotas raciais e/ou sociais.
A classificação se dará conforme o número de vagas e a pontuação do candidato. Desta forma, se a pontuação do candidato for suficiente para aprovação na lista geral, este será remanejado da lista de cotas para a lista geral, o que promoverá a abertura de vaga para os próximos candidatos inscritos como cotistas.
Os candidatos cotistas também participarão da classificação da lista geral e apenas utilizarão as vagas reservadas para as cotas caso não sejam contemplados na lista geral.
As vagas reservadas para cotistas, não preenchidas, serão disponibilizadas nas próximas chamadas do vestibular para candidatos das mesmas listas que deram origem às vagas.
 
IMPORTANTE – o candidato cotista que, no ato da matricula estiver em desacordo com o quanto exigido para comprovação de sua situação, seja de conclusão de ensino médio ou de cotista, voltará para a classificação da lista geral ou, caso as convocações tenham ultrapassado sua classificação, perderá o direito a vaga.
Para manter a lisura e a transparência no procedimento, o candidato convocado como cotista terá indicado na frente do seu nome a condição de cotista e a qual tipo de cota de acesso estará usufruindo. As listas poderão ser publicadas separadamente também, para que o candidato saiba qual lista está sendo convocado.
As listas de candidatos cotistas por período serão utilizadas enquanto houver candidatos classificados e vagas disponíveis. Restando vagas a serem preenchidas e não havendo mais candidatos cotistas para o período correspondente, serão convocados os candidatos da lista geral para o preenchimento das mesmas.
 
OBS – Todo aquele que, para obter vantagem indevida em relação às cotas previstas para esta instituição, prestar falsa declaração, perderá o direito ao beneficio a qualquer tempo, sem prejuízo de responder por crime de falsidade, nos termos do artigo 299 do Código Penal.
 
Art. 299 do Decreto Lei nº2848, de 07 de dezembro de 1940 – Código Penal – Falsidade Ideológica – omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita com fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante;
PENA – reclusão, de um a cinco anos, e multa, se o documento é público, e reclusão de um a três anos, e multa, se o documento é particular.
O curso de Direito tem duração de 5 anos.
 
 Horário de aulas:
 
Diurno2ª a 6ª feira7h30 às 11h50
Noturno2ª a 6ª feira18h40 às 23h
A anuidade é dividida em 12 parcelas e o valor de cada parcela em 2017 será R$ 996,00, sendo o seu reajuste anual.
Cancelamento de matrícula e restituição de valor: aos alunos provenientes do Concurso Vestibular que solicitarem cancelamento de matrícula antes do início do ano letivo, será restituído o valor equivalente a 76% do valor da primeira parcela da anuidade paga no ato da matrícula.
Programa Faculdade Mais Igual - PROMAIS
Tem por finalidade incentivar o acesso e permanência de pessoas em situação de vulnerabilidade social ao ensino em nível superior ministrado pela Autarquia através do curso de graduação em Direito.
Desenvolve-se através das seguintes ações:
  • Concessão de bolsa de estudo por carência socioeconômica através de percentual de redução na parcela da anuidade escolar do curso de graduação em Direito;
  • Acesso aos demais programas de bolsa de estudo mantidos pela Faculdade com recursos próprios ou mediante convênios com instituições públicas e particulares;
  • Atribuição de critérios inclusivos às pessoas em situação de vulnerabilidade social.
As bolsas de estudo PROMAIS são concedidas mediante processo de análise de documentação e demais condições de participação definidos em edital.
 Aos beneficiários contemplados é atribuído percentual de redução na parcela da anuidade escolar, aplicável nos meses de fevereiro a dezembro do ano a que se refere.
 
Bolsa Auxílio
 Os estagiários bolsistas são admitidos mediante concurso público e recebem Bolsa Auxílio que pode corresponder, no máximo, ao valor total da parcela da anuidade. Para os alunos estagiários que frequentam o EPA, o valor da bolsa pode compreender também o valor desta parcela. O valor da bolsa, integral ou parcial, dependerá do número de horas de estágio efetivamente realizadas.
 
Programa Santander Universidades de Bolsas de Educação
Mediante convênio, o Santander S/A, disponibiliza acesso ao Programa Santander Universidades de Bolsas de Educação que tem por objeto a concessão de bolsas de educação a alunos que atendam os requisitos constantes dos Princípios Gerais do Programa Santander de Bolsas de Educação e que estejam matriculados em Instituições de Ensino Superior – IES que sejam parceiras do SANTANDER.
 
Bolsa Mérito
Premia com 11 parcelas da anuidade o calouro que tirou a nota mais alta no vestibular do período matutino e do período noturno e o aluno que obtiver a melhor média geral final em cada uma das turmas de cada série. Propicia a isenção do pagamento da anuidade da série seguinte à do exercício de apuração, excetuando-se a 1ª parcela da anuidade e taxas de dependência, adaptação e pendências curriculares.

Confira o Manual do Candidato 2017

Atualizado em 05/10/2016