Aula Aberta do Curso de Diversidades e Inclusão Social debate proteção de minorias

No sábado (14), a Pós-Graduação em Direito das Diversidades e Inclusão Social realizou aula aberta com o tema “Da Proteção Internacional de Minorias à Realidade Brasileira da População LGBTQIA+”. Como palestrantes convidados estiveram a vereadora Erika Hilton e o Prof. Paulo Borba Casella.

Prestigiaram o evento o diretor da FDSBC, Prof. Dr. Rodrigo Gago Barbosa, a coordenadora da Pós-Graduação, Profª. Drª. Thais Novaes Cavalcanti e a coordenadora da especialização em Direito das Diversidades e Inclusão Social, Profª. Drª. Denise Auad. Além disso, também compareceram os coordenadores de módulos do curso, Fernanda Darcie (LGBTTQ+), Carlos Eduardo de Castro e Silva Carreira (Refugiados), Katia Regina Cezar (Pessoa com Deficiência).

Ao iniciar a atividade, a coordenadora da especialização, Profª. Drª. Denise Auad ressaltou a importância do encontro. “É um dia de muitos agradecimentos a todos que estão empenhados para que a gente possa ter esse espaço na Faculdade para que a comunidade possa pensar, refletir sobre o respeito ao próximo, respeito às diferenças, sobre a importância das diversidades. É um espaço de proteção aos Direitos Humanos e é muito importante a gente poder desenvolver esse trabalho.”

Coordenadora da Pós-Graduação, Profª. Drªa. Thais Novaes Cavalcanti ratificou a missão do curso através dos debates trazidos por meio das aulas abertas. “Para nós é uma luta também em busca de maior igualdade. Evidenciar mesmo esses direitos das minorias. Algo tão necessário hoje em dia”.

Os coordenadores de módulos ressaltaram a relevância do curso e a aula inaugural, Fernanda Darcie, apontou o intuito de “aprofundar nas questões que envolvem as vivências LGBT+ e as suas interseccionalidades”.

Carlos Eduardo de Castro e Silva Carreira estendeu um convite aos interessados nos temas abordados. “Nesse tempo de interseccionalidades que eu convido a todos e a todas as pessoas a virem à Pós para conversarem e conhecer conosco essas as realidades”.

Katia Regina Cezar enfatizou o serviço prestado pela especialização. “Esse curso oferece essa questão da visibilidade, da representatividade, do diálogo entre pessoas vulneráveis. Dá voz a essas pessoas e traz para convívio acadêmico”.

Em sua explanação, a vereadora Erika Hilton contextualizou seu histórico com dados relativos à População LGBTQIA+ no Brasil e destacou a necessidade e respeito às diversidades na sociedade. “A diversidade enriquece, reforça os pilares democráticos. Traz olhares, experiências e vivências que são agregadoras, que fazem com que a gente rompa com a nossa caixinha e passe a olhar com outra perspectiva o mundo”.

O Prof. Paulo Borba Casella fez uma abordagem histórica e ressaltou o conhecimento como instrumento de mudança. “Esse é um trabalho que precisa ser feito na educação. Que isso possa ser, ao menos em parte, feito nas famílias. É remoto, mas a gente espera. (…) Feito na escola, na Universidade. Porque não é só uma questão de informação, é uma questão de formação”.

 

Confira em nosso canal do Youtube a Aula Aberta na íntegra.

Ver mais notícias