Vamos Relembrar: Como foi a seleção de alunos até a primeira turma?

Finalizados os trâmites de criação; definidos o Corpo Diretivo, o Administrativo e o Docente; e adequadas as instalações à nova escola, faltava selecionar seus futuros graduandos. Foram abertas, em janeiro de 1965, as inscrições para os exames vestibulares de seu primeiro ano de funcionamento.

A seleção acabou sendo realizada em dois momentos diversos. No primeiro, entre os dias 19 e 25 de fevereiro, foram aprovados 115 candidatos, dos 546 inscritos. Como o número de habilitados superou a proposta inicial de vagas (80), a Direção da Escola decidiu pela abertura de mais vagas e a realização de uma nova etapa de seleção, que teve inscrições entre os dias 5 e 10 de março. Nas provas aplicadas entre 14 e 16 de março, outros 88 alunos foram aprovados, do total de 288 inscritos. Foram selecionados 203 alunos no total, que formariam as duas primeiras turmas da Instituição: a “A” e a “B”.

Em 18 de março de 1968, apenas três anos após o início das atividades da Instituição, o Conselho Estadual de Educação aprovou o reconhecimento final da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo.

Conselho Técnico Administrativo

No início de atividades, a Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo teve como Diretor o Professor Paulo Teixeira de Camargo e, como Vice-diretor, o Professor José Cretella Júnior. O Conselho Técnico Administrativo foi formado por seis professores: Arnaldo Amado Ferreira, Augusto de Macedo Costa Júnior, Hélio Miranda Guimarães, Hely Lopes Meirelles, Horácio de Carvalho Júnior e Pedro Barbosa Pereira. Como secretário, Nelson Assad Fraige; como bibliotecária, Vilma Barbosa de Almeida Lima; tesoureiro, José Bueno de Lima; e contador, Roberto Teixeira.

Turma de 1969: primeiros formandos

Nossa Faculdade (…) forma, este ano, 162 bacharéis em Direito, que daqui saem em condições adequadas para enfrentar a luta profissional”. Essas foram as palavras iniciais pronunciadas pelo Professor Paulo Teixeira de Camargo, Diretor da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, na cerimônia de Colação de Grau da primeira turma de formandos da Instituição, realizada no dia 3 de fevereiro de 1970, no Cine Anchieta, um dos maiores de São Bernardo à época.

O formando Paulo Luiz de Souza foi o orador da turma. Como patronos, os graduandos elegeram o então Presidente da República, General Emílio Garrastazu Médici (representado na ocasião por seu Ministro da Educação, Jarbas Passarinho) e o Prefeito de São Bernardo do Campo, Aldino Pinotti. Como paraninfo, optou-se pelo próprio Diretor da Faculdade.

Para proferir o juramento oficial em nome dos formandos, foi escolhido o graduando e deficiente visual Yasuo Aki.

Candidatos se preparam para a prova, vestibular de 1966.
Informação retirada integralmente do livro Jubileu de Ouro da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo – 50 anos de Amor Acadêmico.