Vamos Relembrar: Você conhece a história do vestibular da Direito São Bernardo?

Recepção aos calouros, março de 1966.

Cumpridas as exigências burocráticas nos níveis municipal, estadual e federal para a instalação da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, a administração dedicou-se a viabilizar a formação de turmas, dando início aos exames vestibulares.

Em janeiro de 1965 foram abertas as inscrições para sua primeira seleção. A jornada de criação da Faculdade propiciou-lhe grande projeção, o que estimulou o interesse dos estudantes pela Instituição. O número total de candidatos inscritos aos exames vestibulares de seu primeiro ano de atividade (834) só não foi superior ao alcançado pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco (USP).

Realizadas entre 19 e 25 de fevereiro de 1965, as primeiras provas foram elaboradas com alto nível de dificuldade. Dos 546 candidatos iniciais, apenas 115 foram aprovados pelo exame. A seleção foi realizada no Ginásio Lauro Gomes, em São Bernardo.

Inicialmente, a Instituição havia planejado oferecer 80 vagas para seu primeiro ano de atividades. Mesmo depois de encerradas as inscrições, foram inúmeros os candidatos que procuraram a Secretaria da escola interessados em entrar na Faculdade. Diante do interesse demonstrado, os integrantes do Conselho Técnico Administrativo da Faculdade resolveram ampliar o número de vagas oferecidas para 240.

Segunda rodada de vestibular

Para preenchimento das 125 vagas restantes, foi aberta uma segunda rodada de vestibular. As inscrições aconteceram entre os dias 5 e 10 de março. Ao todo, 288 inscritos fizeram os exames entre os dias 14 e 16 daquele mês, no Ginásio Lauro Gomes, resultando em 88 aprovados.

No vestibular foram aplicadas provas de Português, Sociologia, Lógica, Psicologia, Inglês ou Francês e História Geral e do Brasil. A avaliação de Língua Portuguesa foi de caráter eliminatório. Somente os aprovados nesta matéria prosseguiram para realizar as demais provas.

Concluídas as etapas, o primeiro exame vestibular da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo acabou selecionando 203 candidatos. Para abrigar esse número de estudantes, formaram-se duas turmas de primeiro ano de Direto: a “A” e a “B”.

Quando prestei vestibular, fomos obrigados a fazer provas orais de Inglês ou Francês. Aliás, havia exame oral em todas as matérias durante o primeiro ano da Faculdade“, conta Valter Moura, um dos candidatos aprovados naquele concurso pioneiro.

Vestibulares integrados

Em 1989, em seu primeiro ano como Diretor da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, o Professor Eduardo Domingos Bottallo deu fim aos exames vestibulares promovidos pela própria Instituição e firmou convênio para o vestibular unificado oferecido pela Fundação Vunesp.

No ano seguinte, a Direção optou por conveniar-se com a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e, desde então, os exames vestibulares são aplicados com o mesmo rigor desta tão conceituada Instituição de ensino superior.

Vestibulares da FDSBC, fevereiro de 1966.
 

Informação retirada integralmente do livro Jubileu de Ouro da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo – 50 anos de Amor Acadêmico.