A importância do estágio na área jurídica

O estágio é essencial para a vida do futuro jurista. Além de ser o primeiro contato com a profissão, é possível conhecer profissionais e formar network, entender mais sobre as diferentes áreas de atuação e se preparar para o mercado de trabalho.

A aluna do 5° ano, Emily de Paula Montanholi estagiou na Assistência Jurídica por dois anos e explicou que poder aprender na prática é um diferencial do estágio da FDSBC. “Em muitos estágios a pessoa tem que “se virar sozinho” para aprender, mas na Assistência Jurídica da Faculdade nós temos profissionais e professores que nos auxiliam quando necessário”, comentou.

Para Daniel Marcato da Silva, também aluno do 5° ano e atualmente estagiário do Escritório Escola, ter experiência com o público é indispensável para o estudante de Direito. “A prática do atendimento é uma habilidade essencial em absolutamente todas as áreas do Direito, pois o Direito é exatamente esse diálogo constante entre jurisdicionado e poder judiciário”, explicou.

Na FDSBC, os alunos têm a oportunidade de estagiar na Assistência Jurídica. Dividida entre o CEJUSC (Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania), Escritório Escola e Orientação Jurídica, permite que o estagiário participe ativamente do trabalho social realizado pela Direito São Bernardo.

Atualmente estagiária do Escritório Escola, a aluna do 4° ano Andressa Iara Oliveira Sant’Anna destacou a relevância de oferecer a Assistência Jurídica gratuita. “O público entrega suas vidas em nossas mãos, eles precisam do nosso conhecimento e melhor desempenho para uma resolução eficaz do problema que os afligem“, disse.

Além disso, por estarem sempre acompanhados pelos profissionais da Assistência Jurídica, o aluno obtém conhecimentos para torná-lo um jurista com formação baseada em ética e cidadania.

Roberto José dos Santos, formado em 2019, disse que o tempo que estagiou na Orientação Jurídica e no Escritório Escola revelou a importância de atender as pessoas mais carentes. “Te faz perceber o quanto essas pessoas são privadas dos seus direitos e se não fossem locais como o Escritório Escola ou a Orientação Júridica, não teriam a quem recorrer. Essa foi uma forma de eu devolver para os mais humildes tudo que a vida me proporcionou”, finalizou.

Se interessou em ser estagiário da FDSBC? As inscrições para o processo seletivo estão abertas! Confira mais informações e participe!

 

Reportagem: Estagiária da Comunicação Social – Elisa Barbosa

Ver mais notícias