Aluna da especialização em Diversidades e Inclusão Social compartilha aprendizado

Estudante da primeira turma da especialização em Direito das Diversidades e Inclusão Social e bacharel em Direito pela FDSBC em 2012, Fernanda Darcie Cambaúva leva os ensinamentos recebidos em aula para além dos muros da Faculdade.

Assim que encontrou o curso de Diversidade disponível na FDSBC, não teve dúvidas e realizou a inscrição. “Fiz minha graduação na FDSBC, estava já me especializando em diversidade, então ao encontrar o curso na minha faculdade, não pensei duas vezes e me matriculei”.

Sua relação com as temáticas de Direitos Humanos e Diversidade está interligada com a formação acadêmica, atividades profissionais e envolvimento em movimentos sociais. “Sempre estive envolvida com Diversidades e Direitos Humanos, seja no exercício da advocacia, seja na participação de movimentos sociais e academicamente. Fui coordenadora no IBCCRIM no Grupo de Estudo de Direitos Humanos e Ciências Criminais, ingressei na Comissão de Diversidade Sexual e Gênero da OAB/SP, em 2019 fui nomeada Presidenta da Comissão de Diversidade Sexual da OAB Subseção São Caetano do Sul e seguimos trabalhando sempre para a promoção e garantia de direitos humanos, principalmente para os grupos minorizados socialmente”, disse.

O Direito é uma área em constante atualização, dessa forma, os profissionais devem se atentar a essa particularidade. O dinamismo da carreira pode ser exemplificado com os direitos recentemente adquiridos pela população LGBTQIA+.”O histórico de conquistas de direitos da população LGBTQIA+ pode ilustrar como o Direito é dinâmico e deve se adequar às novas estruturas familiares e a situações que antes eram negligenciadas juridicamente. O profissional do Direito é peça fundamental neste processo, uma vez que é por meio das demandas judiciais que os principais marcos jurídicos foram estabelecidos para resguardar nossos direitos”, comentou.

Os aprendizados na Pós-Graduação, a partir de estudo com grandes profissionais em módulos específicos, foram relevantes para que ela trilhasse seu caminho de ramificação dos conhecimentos “Tivemos um vasto embasamento teórico e prático sobre as diversidades, e especificamente em relação aos direitos da população LGBTQIA+, tivemos um módulo inteiro com professores capacitadíssimos e muito conteúdo”, falou.

Sobre a temática abordada em seu curso, Fernanda comenta que a escolha do tema reflete a necessidade de abordar assuntos relativos a uma população historicamente minorizada. “É preciso dar visibilidade para essa população e reafirmar seus direitos, que estão aos poucos sendo reconhecidos por meio de intensa luta da própria comunidade”.

Com o intuito de difundir os fundamentos recebidos na Pós-Graduação da Direito São Bernardo, realizará um curso na OAB. “A ideia do curso surge de uma vontade de trazer para a OAB um conteúdo de qualidade sobre os direitos da População LGBTQIA+. Trata-se de uma instituição de grande respeito e importância na sociedade brasileira, e por isso o local ideal para dar visibilidade a este tema!”, ressaltou.

Os interessados podem ver mais informações no site.

Ver mais notícias