Convênios FDSBC: Expanda os horizontes com intercâmbios no Exterior

Participar de um intercâmbio durante o período universitário pode se transformar em uma vivência única e transformadora. Estar em outro país propicia ao estudante o contato com diferentes costumes, cultura gastronomia e, é claro, agrega conhecimento educacional. Possibilita o aprimoramento da capacidade de entendimento e fluência em língua estrangeira, além de ampliar a grade escolar e o currículo.

Com o intuito de proporcionar essa oportunidade à sua comunidade acadêmica, a Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, por meio dos Convênios, firma parcerias com importantes universidades internacionais para viabilizar o intercâmbio estudantil, palestras com docentes, pós-doutorado para docentes.

Implementado o convênio, a FDSBC pôde intermediar a ida de estudantes ao Exterior. Além das alunas que estiveram em Messina (confira a matéria na área de Convênios), temos novas intercambistas que compartilharam conosco suas histórias na Itália.

A Direito São Bernardo está com o processo de registro de interesse aberto para intercâmbio na Universidade de Torino. Acesse aqui as informações.

Ao longo dos próximos dias, publicaremos o bate-papo sobre a experiência de cada uma delas.

Conversamos com a aluna Catarina Nesteru Carneval , estudante do 3º ano que esteve Università degli Studi di Torino.

Confira:

Mole Antonelliana

Qual o período de realização do seu intercâmbio? E em qual Universidade?

Realizei meu Intercâmbio de fevereiro de 2020 a fevereiro de 2021 na Università degli Studi di Torino.

O que a incentivou a buscar a atividade?

Realizar um intercâmbio sempre foi o meu sonho, por ser uma oportunidade única de vivenciar novas experiências, adquirir mais conhecimento, aprimorar outras línguas, fazer novas amizades e conhecer novos lugares.

Quais foram os aprendizados e desafios vivenciados?

Os desafios vivenciados foram diversos, entre eles a comunicação na língua italiana, a adaptação à cultura, que possui muitas semelhanças à nossa, mas também muitas diferenças, a adaptação à realidade de morar sozinha (tendo que lidar com responsabilidades relacionadas a casa) e ao contexto de pandemia que vivenciamos. Também pude aprender muito,  cursei matérias em italiano e inglês, diferentes das que teria na São Bernardo, como Vendas Internacionais e Europeias de Mercadorias e Direito Civil Europeu.

Desenvolvi minha habilidade de comunicação tanto em português como inglês e italiano,  tornando-me muito mais confiante para conversar com qualquer pessoa em qualquer situação nas respectivas línguas, assim como aprimorei minha capacidade de superar desafios. Houve momentos em que as coisas não saíram como o planejado, surgiram diversos imprevistos, e todos eles solucionei com sucesso.

Quais são as principais diferenças no ensino do Direito entre Brasil e Itália?

As principais diferenças são relacionadas ao modo que assistem às aulas e que realizam as provas. A presença nas aulas não é obrigatória e muitas vezes existem dois cronogramas de estudos organizados pelo professor, um para os presentes e outro para os ausentes, possuindo livros de apoio e maneiras de avaliação diferentes. Quanto às provas são majoritariamente orais e possuem nota de 0 a 30, sendo a média 18, podendo ser feitas em data escolhida entre os dias disponibilizados. Quanto ao método utilizado pelos professores na apresentação das aulas é, em geral, bem semelhante às aulas que temos na FDSBC.

Alguma dica para quem tem o sonho de estudar no Exterior?

Minha dica é muito simples e direta: vá! É uma experiência inesquecível e grandiosa, aprendemos e evoluímos muito! Quanto a dicas pré-intercâmbio minha sugestão é que se prepare, aprenda a língua do país (pelo menos o básico do básico) e a língua inglesa, estude durante a faculdade, reserve um dinheiro e vá de cabeça aberta para viver novas experiências, tanto as maravilhosas quanto as desafiadoras. Com certeza será uma experiência transformadora em sua vida!

Ver mais notícias