Diretor de São Bernardo faz balanço de dois anos à frente da gestão da Faculdade

O Professor Doutor Rodrigo Gago Freitas Vale Barbosa, diretor da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, celebra 15 anos como professor na FDSBC, neste 15 de fevereiro.

A Comunicação Social conversou com ele para conhecer um pouco a história do atual comandante da nossa Instituição.

O Dr. Rodrigo se formou em Direito no ano de 1999 na Universidade Metropolitana de Santos. Em 2003 prestou o concurso para ser professor titular da FDSBC. Iniciou os trabalhos em 2004 e, há dois anos tem o privilégio de estar no cargo de diretor da Direito São Bernardo.

Casado e pai de três filhos, hoje aos 42 anos, ele relembra a carreira, momentos vividos na Faculdade e fala sobre o ramo jurídico.

O diretor deu uma entrevista completa para a jornalista Juliana Bontorim, que você pode assistir neste link e abaixo confere um pouco do que foi falado.

Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo: Conte um pouco sua trajetória na Faculdade.

Profº Dr. Rodrigo Gago Freitas Vale Barbosa: Em 2003 eu fiz o concurso da Faculdade de Direito. Tive a honra e a sorte de ser aprovado. Comecei a lecionar em 2004, ininterruptamente, até hoje que completo 15 anos de magistério aqui na Direito São Bernardo. A minha disciplina é Direito Civil V,  Direito das Sucessões e Responsabilidade Civil.

FDSBC: Qual é o contexto das suas disciplinas?

Profº Dr. Rodrigo Gago: É uma disciplina que propicia o tratamento de vários casos concretos em várias situações do nosso cotidiano. Então a gente fala de morte e as consequências da morte no Direito Civil. É uma aula que faz parte do nosso cotidiano, porque todos nós lidamos em nosso dia a dia com a morte.  E também temos que nos preparar e saber lidar com a nossa própria morte. Além disso, lidamos com as responsabilidades civis. Essa matéria me permite um diálogo fácil e simples com os alunos.

FDSBC: Como foi sua trajetória no ramo jurídico e ter passado no concurso da Direito São Bernardo?

Profº Dr. Rodrigo Gago: Eu me formei em 1999 na Universidade Metropolitana de Santos. Sou nascido em Santos e passei minha infância e juventude na baixada santista. Depois de realizar o curso de especialização e, o mestrado eu tive a oportunidade de participar do concurso público da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Desde a prova que prestei sempre me senti muito acolhido aqui na Faculdade. Foi um sonho realizado ter sido aprovado no concurso.

FDSBC: Como você conciliou morar em Santos e trabalhar em São Bernardo?

Profº Dr. Rodrigo Gago: Chegou um determinado momento que essa inda e vinda se tornou muito difícil. Então, optei por vir fazer a vida aqui na cidade de São Bernardo do Campo. Eu sempre enxerguei na Faculdade de Direito a base de toda minha atividade profissional. A Instituição é meu ponto de partida para todo meu desenvolvimento profissional.

FDBSC: O que te motivou a mudar-se de cidade?

Profº Dr. Rodrigo: A minha relação com o alunado é muito prazerosa, todos são muito educados. São estudantes dedicados. Além disso, a estrutura que a Faculdade oferece é diferenciada. As condições de trabalho para nosso docente são excelentes. Tudo isso fez com que eu decidisse a vir para São Bernardo do Campo com muita felicidade.

FDSBC: Como foram seus anos vividos na Faculdade até chegar ao cargo de diretor da Direito São Bernardo?

Profº Dr. Rodrigo: Eu me dediquei por 13 anos ao magistério. Fui chefe do Departamento de Prática Jurídica e de Direito Privado. Coordenei o departamento de Direito Privado e o Nuprajur. Passei por vários órgãos dentro da Faculdade e, em 2017 e coloquei à disposição para me tornar diretor da Instituição. Com apoio dos meus colegas, professores, oficiais administrativos e dos alunos eu tive a honra de ser nomeado pelo Prefeito Orlando Morando diretor da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo.

FDBSC: Como diretor há dois anos quais foram ações pontuais na sua gestão?

Profº Dr. Rodrigo: Eu recebi a Faculdade das mãos do nosso ex-diretor o Professor Marcelo Mauad e entendi que poderia contribuir em três frentes. Na prestação de serviço público, no ensino e na questão estrutural da Faculdade. Com muito planejamento para que pudéssemos colocar em prática as nossas ações. Um exemplo é que nos próximos dois anos vamos reformar o pátio para deixar o ambiente mais prazeroso aos alunos e que forneça uma interação maior entre eles. Nós sempre pedimos a participação do nosso alunado. O ano passado eles votaram para scolha da cor da Faculdade e agora para o início do ano nós vamos mudar o logo da Instituição, chamaremos a comunidade acadêmica a votar. E, também será providenciada a reforma do prédio da Rua Java, por ser mais antigo precisa de reparos. A questão estrutural tem acontecido pontualmente, mas para os próximos dois anos ela deve acontecer de uma forma mais organizada.

Na parte humana nós temos desenvolvido através de um grupo de trabalho um RH para que possamos dar treinamento para os funcionários administrativos com a intenção de mostrar um maior acolhimento e qualificação da nossa comunidade em geral.

FDBSC: Quais são os planos para os próximos dois anos?

Profº Dr. Rodrigo: Esse novo biênio nós devemos ter uma pesquisa de clima organizacional e temos um projeto de restruturação de cargos que é uma preocupação com os oficiais administrativos que hoje abrange a toda comunidade acadêmica. Temos uma atenção com nossos alunos e funcionários para que se sintam confortados, acolhidos e respeitados dentro do ambiente de trabalho. Do ponto de vista ao serviço público prestado temos duas frentes, o serviço público e o prestado a comunidade. Eu sempre falo que nós devemos devolver à sociedade, principalmente a são bernardense, aquilo que ela nos proporcionou.

Referente à graduação neste momento nós estamos em mudança do Escritório-Escola e do Juizado Especial Cível para dentro da Faculdade. Para aproximar os alunos à prática e de ver a comunidade vindo até a Direito São Bernardo. É uma grande oportunidade para os alunos estarem em convivência com a profissão. E vamos reforçar a ideia do pertencimento, porque a comunidade participará do dia a dia no nosso Campus.

FDBSC: O que marca a sua gestão na Direito São Bernardo?

Profº Dr. Rodrigo: Eu tive a oportunidade agora, em Janeiro de 2019, de nomear a nova coordenadora pedagógica a professora Thais Cavalcanti. É a primeira vez que uma mulher assume o cargo de coordenadora pedagógica na Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Isso é um simbolismo do respeito e protagonismo da mulher. A professora Thais chega com a missão de se aproximar dos nossos alunos. Para discutir uma nova metodologia e tornar o ambiente de sala de aula mais rico e com aprendizado mais eficiente. Nós mantemos nossa marca de ensino presencial e qualificação dos nossos docentes. Mais de 80% dos nossos professores são doutores. Nosso corpo docente é extremamente qualificado. Temos o anseio de prestar um serviço público cada vez melhor.

FDBSC: Qual o principal objetivo como diretor da Faculdade?

Profº Dr. Rodrigo: Queremos que o aluno saia da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo honrado de ter estudado aqui e com um diploma diferenciado. Isso já acontece hoje, mas nós desejamos mais.

FDBSC: A Comunicação da Faculdade está mais integrada e interativa para que as pessoas se sintam ouvidas e conectadas com a gente. Qual a importância para a Direito São Bernardo ter essa interação?

Profº Dr. Rodrigo: É de extrema importância para a diretoria da Faculdade, os professores e os alunos. Os coletivos e a comunidade acadêmica são muito bem-vindos a participar e utilizar o estúdio. É um momento de integração e de toda comunidade estar unida.

FDBSC: A Faculdade integra o aluno mesmo depois de formado com os cursos de pós-graduação. Como a Direito São Bernardo age para a profissionalização dos estudantes?

Profº Dr. Rodrigo: O professor Estevan Lo Ré Pousada é o novo coordenador da pós-graduação. Conversei com ele a pouco tempo e reforcei com ele três pedidos principais. A necessidade de um mestrado para nossa Faculdade por precisar do fomento a pesquisa e, além disso, o programa de mestrado qualifica a unidade para os nossos professores e a comunidade. Depois o ensino a distância para a pós-graduação, nossa marca é o ensino presencial e não vamos deixar de tê-lo, mas teremos cursos rápidos. E também o aumento da oferta de cursos de especialização. É o crescimento da pós-graduação.

FDBSC: O que te motiva a manter toda excelência e comprometimento com a Faculdade?

Profº Dr. Rodrigo: Eu tive um orgulho imenso no dia 30 de janeiro de estar na sede da OAB em Brasília e receber pela sexta vez consecutiva o selo “OAB Recomenda”.  A Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo é uma instituição de ponta e excelência no ensino. E queremos no futuro ressaltar toda essa qualidade.

Nós parabenizamos o Profº Dr. Rodrigo pelos 15 anos de docência na Faculdade.

E desejamos muito sucesso!!

 

Reportagem: estagiária – Gabriela Freitas

Edição: chefe da Comunicação – Juliana Bontorim

 

 

Ver mais notícias