fbpx

Ex-aluna conquista bolsa de estudos para curso de Master na Suíça

Ex-aluna conquista bolsa de estudos para curso de Master na Suíça
03 de agosto de 2015, segunda-feira.
A Dra. Isabella Marcondes Rossi, graduada pela Direito São Bernardo em 2009, conquistou uma bolsa de estudos para realizar o curso de Master na Universidade de Saint Gallen, na Suíça, entre os meses de setembro e dezembro deste ano. Além disso, a ex-aluna frequentará um curso preparatório de alemão, ao longo do mês de agosto, na Universidade de Konstanz, localizada na Alemanha.
Recentemente, a universidade de Saint Gallen foi considerada a 1ª colocada pelo ranking do Financial Times, em um de seus cursos de Masters. A cidade de Saint Gallen fica em uma região da Suíça em que se fala alemão. “O sistema de educação europeu é diferente do brasileiro, de forma que o aluno escolhe as matérias que irão compor a sua grade de estudos. Pretendo focar a escolha nas matérias afins ao Corporate Law, que é a minha área de especialização”, afirmou a Dra. Isabella.
A ex-aluna iniciou sua carreira como advogada em um escritório de pequeno porte no ABC. Um ano depois foi contratada por um escritório de médio porte, com atuação em São Paulo e no Rio de Janeiro, com foco na área cível empresarial. Após algum tempo, recebeu uma proposta para trabalhar na área societária, especializada em restruturações e M&A (fusões e aquisições). “Após começar a trabalhar com Direito Societário, fiquei realizada profissionalmente. Motivada por este novo rumo, iniciei o curso LL.M em Direito Societário no Insper, instituição que, conjuntamente à Fundação Lemann, concedeu a oportunidade da bolsa de estudos”, contou.
De acordo com a advogada, o processo de seleção para a bolsa de estudos é bastante detalhado. Dentre outros critérios, é necessário atingir uma média mínima durante todo curso de LL.M, comprovar proficiência em língua inglesa, apresentar cartas de recomendação profissionais e acadêmicas. Após atender aos requisitos e reunir todos os documentos, aberto o processo seletivo, basta entregá-los ao próprio Insper. Uma comissão, formada por representantes da própria Instituição, da Fundação Lemann e da Universidade de Saint Gallen, determina o candidato escolhido.
A Dra. Isabella contou que, na primeira semana do curso de LL.M., o Dr. André Antunes Soares de Camargo, coordenador e professor do Insper, explicou à sua turma como funcionavam os programas de intercâmbio da Instituição, bem como a existência e o processo seletivo para a bolsa de estudos, patrocinada pela Fundação Lemann. “Fiquei apaixonada pela ideia e iniciei naquela época a preparação para a candidatura. Confesso que o mais trabalhoso foi cuidar da média global. Passei um ano e meio focada em mantê-la o mais alta possível. Para tanto, além dos estudos, é bem importante frequentar assiduamente as aulas, bem como participar delas de forma ativa, pois o Insper valoriza bastante estes quesitos”, disse.
Aos estudantes que desejam fazer um curso no exterior, a advogada afirma: “Tudo é possível para aqueles que têm um objetivo definido e se esforçam por ele. Eu sempre tive o sonho de estudar no exterior, e não teria no momento condições de concretizá-lo senão com o subsídio da bolsa. É bem importante buscar instituições sérias. Este tipo de processo geralmente não é muito divulgado, justamente para favorecer aqueles que realmente têm interesse”.

Ver mais notícias