Discussão sobre o futuro do Direito provoca reflexão em alunos no terceiro dia da XIV Semanajur

26Discussão sobre o futuro do Direito provoca reflexão em alunos no terceiro dia da XIV Semanajur
20 de outubro de 2014, segunda-feira.
A plateia do Cenforpe aplaudiu de pé o Prof. Dr. Eduardo Vera-Cruz Pinto após suas apresentações no terceiro dia de atividades do V Congresso Jurídico-Científico e XIV Semanajur da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, 15 de outubro (quarta-feira). O palestrante, professor catedrático da Faculdade de Direito de Lisboa, abordou os seguintes temas: “A Resolução Extrajudicial de Conflitos e a Problemática da Desjudicialização” e “A Resolução de Conflitos do Poder Político e a Intervenção do Poder Judiciário”. A mesa de trabalhos foi presidida pelo Prof. Dr. Marcelo Benacchio, titular da disciplina de Direito Civil III na Direito São Bernardo, em conjunto com o diretor da Instituição, Prof. Dr. Marcelo José Ladeira Mauad, e do coordenador do evento, Prof. Dr. Vladimir Balico.
Na palestra do período da manhã, o Dr. Eduardo dividiu sua abordagem em três tópicos, falando sobre a atuação do professor de Direito, sobre o conteúdo que é passado nos cursos jurídicos e da busca incessante do homem pela Justiça. A partir desses pontos, o jurista desenvolveu um provocante discurso, incitando alunos e professores à reflexão sobre o Direito contemporâneo. “Que o Direito tem futuro, não tenho dúvida. O que vai ser esse futuro, eu não sei. Mas apenas com o contraditório, com professores nas universidades, alunos críticos e criativos e uma vontade enorme de contrariar tudo que existe para construir coisas novas sobre as ruínas daquilo que temos, é que se fará um futuro melhor para todos”, declarou.
O convidado também discorreu sobre a importância do uso correto das palavras e do conhecimento da gramática, obtidos por meio de muita leitura, para que haja êxito nas comunicações em todas às áreas do saber, sobretudo no campo jurídico. “As palavras são tão importantes para o Direito quanto os números são para a matemática”, ressaltou.
No período da noite, o palestrante abordou a estrutura do Estado, questionando o dogma da Constituição. “O que venho perguntar é: ainda é assim? Vale a pena ser assim? Porque nada como questionar os grandes tabus dos nossos tempos e a Constituição é um deles”, afirmou o Dr. Eduardo. Ele também falou sobre a diferença entre a força do Direito e a violência do Estado, sobre a dicotomia entre a paz e a Justiça e abordou casos da sociedade contemporânea brasileira.
Para o diretor da Direito São Bernardo, as palestras cumpriram com o objetivo estabelecido em Faculdades que buscam formar profissionais críticos, que é promover a profunda reflexão acerca dos problemas sociais e maneiras de resolvê-los por meio do Direito. Além disso, o Dr. Mauad anunciou que, até o final de 2014, a Faculdade firmará convênios com universidades estrangeiras para promover o intercâmbio de alunos e professores dos cursos de graduação e pós-graduação. Entre as instituições internacionais conveniadas estará a Faculdade de Direito de Lisboa.

Ver mais notícias