Direito São Bernardo ressalta acesso à informação e transparência de processos

Portal da Autarquia Municipal detalha de pagamentos aos programas de auxílio à população

Uma das grandes lições das reviravoltas políticas dos últimos anos é que a população parece ter cada vez mais consciência de que pode – e deve – fiscalizar e cobrar o poder público.

Além disso, a Lei Federal nº 12.527/2011 regulamenta que todo e qualquer cidadão tem direito de acesso à informação. Dessa forma, a Direito São Bernardo, como Autarquia Municipal, também precisa disponibilizar cada detalhe de seu funcionamento administrativo.

Mais do que uma obrigação, entretanto, a demonstração de lisura em processos internos e externos é parte da essência da instituição, que tem mais de cinco décadas de dedicação ao ensino e prestação de serviços à comunidade. “Nosso portal é completo e atualizado com as informações de interesse público organizadas de forma a facilitar a consulta”, explica o diretor Prof. Rodrigo Gago Freitas Vale Barbosa.

Acesso à informação e Portal da Transparência

Em primeiro lugar no menu do site da instituição está o guia “Acesso à Informação”. Nele é possível conferir tudo o que faz parte do orçamento e o que já foi empenhado. Ações e programas, auditorias, convênios e contratos, receitas e despesas, preços públicos, licitações, entre outros processos.

Além disso, o item “servidores” dá acesso ao “Portal da Transparência”. Esta divisão traz o detalhamento de despesas com relatórios analíticos e sintéticos. Também, o descritivo de funções e vencimentos de todos os colaboradores.

“Em resumo, temos uma Direito São Bernardo que busca estar tão próxima da população quanto de seus colaboradores, fornecedores, prestadores de serviço. Uma relação honesta, aberta, documentada e pública”, finaliza o diretor.

O papel da contabilidade

Sobretudo em ambiente de uma autarquia, hoje os contadores têm papel significativo no desenvolvimento dos mecanismos de controles contábeis e fiscal, essenciais para o desenvolvimento institucional.
“Considerando o grande significado da profissão, somos peça fundamental para ajudar a despertar e ampliar o desenvolvimento da contabilidade, seja na área da transparência, contábil, fiscal e atuar para que o futuro continue aberto às contribuições e às conquistas pessoais e profissionais”, conta Jéssica Souza, responsável pela área de contabilidade da Direito de São Bernardo.
Nesse sentido, a profissional ainda destaca que a transparência é uma realidade que eleva a cidadania brasileira a um novo caminho de descobertas e controles que levarão a novos investimentos e benefícios para a população.

“Quem mais ganha é a sociedade, pois o sistema está sendo convergido para uma melhora continua com a participação fundamental da contabilidade, sabendo-se que a população está atenta a fiscalização e participação em audiências públicas”, finaliza Jéssica.

17 de janeiro – Dia dos Tribunais de Contas

O Tribunal de Contas da União foi criado em 7 de novembro de 1890 pelo então ministro da Fazenda Rui Barbosa, mas sua instalação ocorreu somente no dia 17 de janeiro de 1893 pelo ministro Serzedello Corrêa, na gestão do presidente Floriano Peixoto.

No Brasil existem, atualmente, 34 Tribunais de Contas.

Mais informações em: https://www.direitosbc.br/portal-da-transparencia/

Ver mais notícias