Direito São Bernardo firma convênio com Universidade de Bolonha – Itália

Parceria beneficiará professores e estudantes das duas instituições, promovendo novas atividades conjuntas de ensino, pesquisa e extensão.

A Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, o Departamento de Ciências Jurídicas da Universidade de Bolonha (Itália) e a Escola Superior de Estudos Jurídicos da Universidade de Bolonha firmaram um convênio para promover a cooperação e o intercâmbio de conhecimento técnico, científico e administrativo por meio da realização conjunta de atividades de ensino, pesquisa e extensão. Essas ações têm como objetivo fortalecer a formação integral dos discentes e docentes da FDSBC, além de contribuírem no desenvolvimento das instituições cooperadas envolvidas.

“Esse é mais um convênio que temos trabalhado com o objetivo de internacionalizar a Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, para que professores e alunos possam fazer seus estudos em outros lugares, adquirindo experiências nesse mundo que, cada vez mais, facilita a obtenção e troca de conhecimento, a pesquisa, a publicação e outros trabalhos”, afirmou o professor Luiz Guilherme Arcaro Conti, responsável pela Coordenadoria de Convênios da Direito São Bernardo.

A primeira atividade promovida no âmbito desse convênio será a recepção do professor Luca Mezzetti, titular de Direito Constitucional da Faculdade de Direito da Universidade de Bolonha, que virá em 2018, no final do mês de abril, para atuar como professor visitante da Direito São Bernardo, ministrando um curso sobre tema ligado aos Direitos Humanos.

“Conheço o professor Luca Mezzetti há algum tempo. Já produzimos um livro juntos, publicado aqui no Brasil e também na Colômbia. Foi a partir dessa atividade conjunta que implementamos esse convênio acadêmico entre a Direito São Bernardo e a Faculdade de Direito da Universidade de Bolonha”, explicou o professor Luiz Guilherme.

O intercâmbio e cooperação científica visam, sempre que houver o interesse mútuo, a realização de eventos em conjunto, como mesas de estudos, debates, laboratórios, simpósios, cursos ou quaisquer outras atividades de interesse comum.

“A intenção é que tenhamos mais atividades de pesquisa conjunta e, dessa vez, que ela seja institucionalizada, não seja unicamente fruto de uma parceria entre dois professores, mas sim que as instituições possam colaborar entre si continuamente”, ressaltou o coordenador de Convênios da Direito São Bernardo.

O convênio com a instituição de ensino italiana não gerará gastos para nenhuma das duas instituições e, inicialmente, terá validade por três anos, prazo que poderá ser estendido por tempo indeterminado.

 

Ver mais notícias