Direito São Bernardo institui Núcleo Docente Estruturante

Órgão buscará implementação e desenvolvimento do novo Projeto Pedagógico da Faculdade e será presidido pelo Prof. Dr. Estevan Lo Ré Pousada

O Núcleo Docente Estruturante (NDE) é um órgão que objetiva qualificar o envolvimento dos docentes no processo de concepção e consolidação dos cursos de graduação. É responsável pela formulação e reformulação do Projeto Pedagógico, assim como sua implementação e desenvolvimento. Com a publicação da RESOLUÇÃO GFD. Nº 106 no jornal oficial do município de São Bernardo do Campo, no dia 25 de agosto, a Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo instituiu o seu NDE, que será presidido pelo Prof. Dr. Estevan Lo Ré Pousada a convite do diretor da instituição, Prof. Dr. Rodrigo Gago Freitas Vale Barbosa.

“Com a aprovação do nosso novo Projeto Pedagógico, na Congregação de 2015, fez-se necessária a criação do Núcleo. A ideia é melhorar a estruturação das atividades desenvolvidas na faculdade, uma harmonização, sempre adaptando a estrutura da Direito São Bernardo às novas necessidades da sociedade. A adaptação será feita com o aprimoramento e revisão constante do nosso Projeto Pedagógico. Essa é uma das tarefas principais do Núcleo Docente Estruturante”, declarou o professor Estevan.

O NDE também contará com os trabalhos dos seguintes professores: Profa. Dra. Clarice Assalim; Prof. Dr. Hélcio Maciel França Madeira; Prof. Dr. Marcelo Koch Vaz; Profa. Dra. Patrícia Caldeira Zamarrenho; Prof. Dr. Ruy Coppola Junior e Prof. Dr. Vladimir Balico.

Entre as atribuições específicas do Núcleo Docente Estruturante, estão: zelar pelo cumprimento das Diretrizes Curriculares Nacionais; zelar pela integração curricular interdisciplinar entre as diferentes atividades de ensino constantes no currículo; indicar formas de incentivo ao desenvolvimento de linhas de pesquisa e de extensão; e contribuir à consolidação do perfil pretendido do egresso.

Estipulado pelo MEC (Ministério da Educação) para proporcionar mais estabilidade às atividades acadêmicas em instituições privadas de ensino, de modo a evitar que ficassem vulneráveis às decisões administrativas, como corte de gastos, o Núcleo Docente Estruturante tem uma missão distinta em instituições públicas como a Direito São Bernardo, autarquia municipal, sendo: fomentar boas práticas e evitar direcionamentos diversos aos instituídos pelo Projeto Pedagógico.

“É necessário que os métodos de avaliação sejam sempre revistos, as práticas em sala de aula sejam submetidas a alguma espécie de controle em prol da própria instituição e do alunado, caso contrário vamos viver em uma espécie de república onde os professores vão confundindo o conceito de soberania e autonomia. Todos devem ter autonomia de cátedra, mas ninguém é soberano a ponto de instituir qualquer espécie de prática que pode vir a ser indevida em sala de aula”, afirmou o professor Estevan.

Os trabalhos do Núcleo serão iniciados ainda no mês de setembro com reuniões para organização das responsabilidades e atividades de cada membro, tomando providências para que as competências do órgão venham a ser implementadas o quanto antes. “As primeiras preocupações são relacionadas a questões de avaliação, de interdisciplinaridade, de vinculação da instituição com atividades de extensão que sejam desenvolvidas de maneira organizada. É um órgão voltado a atividades de planejamento”, ressaltou o presidente do NDE.

O professor Estevan alertou ainda que, diante do atual cenário da sociedade brasileira, em que a crise se instala em diferentes horizontes, sejam éticos, econômicos ou políticos, é importante que uma instituição de ensino como a Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, que já completou 50 anos de história, esteja preparada para continuar se aprimorando, para instituir novas práticas positivas e para corrigir eventuais inadequações de modo que possa perpetuar a tradição no ensino jurídico de qualidade.

Ver mais notícias