Tradição e qualidade atraem profissionais para concursos da Direito São Bernardo

Concursos para seleção de professores realizados em 2018 registraram média de 15 candidatos por vaga, provenientes de diversas regiões do Brasil

 

A Direito São Bernardo é uma instituição com mais de 50 anos de tradição e excelência no ensino. Essas qualidades despertam não apenas a atenção de estudantes que buscam por uma boa formação, mas também de professores que desejam exercer suas atividades em um ambiente propício à evolução profissional. Uma análise dos dados referentes aos concursos públicos da faculdade abertos ao longo de 2018, realizada no início de dezembro, destaca o interesse dos profissionais de diversas regiões do país em integrar o quadro de docentes da instituição.

Em 2018, a faculdade realizou concursos para a contratação de 7 professores, distribuídos nas áreas de Direito Penal e Processual Penal, Direito Internacional, Direito Civil, Direitos Difusos e Coletivos, Direito Administrativo, Filosofia do Direito, Direito Comercial e Empresarial e Medicina Legal. A média registrada foi de 15 candidatos por vaga, totalizando aproximadamente 105 participantes nos certames. O número é representativo, tendo em vista a elevada qualificação exigida para as inscrições (graduação e titulação mínima de mestrado na área de atuação escolhida).

Destaca-se ainda o fato de que os candidatos foram provenientes de diversas regiões do país. Além dos inscritos das cidades da Região Metropolitana de São Paulo, participaram dos concursos, pessoas de municípios como: Itatiba; Porto Alegre; Santos; Cotia; Santana do Parnaíba; Bragança Paulista; Ibiúna; Itapecerica da Serra; Campinas e Mairiporã.

Para o professor Alenilton Cardoso da Silva, aprovado no concurso para professor titular de Direito São Bernardo em 2018, na área de Direito Processual Civil, a participação de um grande número de profissionais nos concursos para docente da faculdade reflete o nome que a Casa consolidou no âmbito do ensino jurídico no país.

Alenilton conta que ingressar no quadro de docentes da Direito São Bernardo foi uma grande realização profissional. “Verdadeiramente, um diferencial curricular, que também nos exige enorme preparação e aperfeiçoamento para nos mantermos no nível da instituição, dos colegas de trabalho e, principalmente, dos nossos excelentes alunos”, ressalta.

Já o professor Gilberto Carlos Maistro Junior foi aprovado no concurso para professor titular da faculdade no ano de 2017, na área de Direito do Trabalho, e ressalta a elevada exigência do processo seletivo, que faz com que a instituição mantenha a qualidade de seu corpo docente. “Todo concurso para o cargo de professor da nossa faculdade é muito concorrido. Foram dezenas de candidatos, todos bastante qualificados. Então, foi necessário muito estudo, horas dedicação que valeram cada esforço. O concurso é composto por algumas fases. Uma prova escrita eliminatória. Depois, a prova didática, com aula sobre tema previamente sorteado, ministrada à banca examinadora. Por fim, a análise dos títulos. Fui abençoado e obtive êxito”, disse Gilberto.

Para o professor, a aprovação em um concurso como o da Direito São Bernardo é a maximização do reconhecimento pelo trabalho docente desenvolvido durante a carreira. “Ser aprovado significa a demonstração de que o estudo e a dedicação conduziram a uma grande honra: fazer parte dessa história, poder realizar um bom trabalho e, com isso, dar passos no caminho almejado da evolução pessoal, sempre com olhos voltados ao desenvolvimento como docente, para, assim, tentar se recriar de modo constante”, ressalta.

Por ser uma Autarquia Municipal, a Direito São Bernardo destaca-se de outras instituições de ensino pela possibilidade direcionar seus recursos para a qualidade dos serviços prestados aos alunos e à comunidade, sem buscar lucro, proporcionando um ambiente acadêmico positivo e produtivo.

 

Reportagem: Frank Neres – KB Assessoria de imprensa

Ver mais notícias