Memória: Ex-aluna conta momentos vividos na turma de 1989

Hoje, contamos a história de Ana Maria Stoppa. Após a Graduação na Direito São Bernardo em 1989, demonstra gratidão ao aprendizado oferecido pelos mestres e doutores da Instituição. Desde 1991, atua como advogada Cível e Trabalhista, com especialização em Acidentes do Trabalho e Doenças Ocupacionais no município de Mauá. Fez estágio na própria FDSBC, já atuando nessa área e, depois da formatura, abriu seu escritório.

“Antes de ser advogada, trabalhei nas áreas administrativa e financeira de grandes empresas. Meu contato com RH, e por ter participado da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), me proporcionou contato próximo com a realidade, por vezes, difícil do trabalhador brasileiro. Essa vivência despertou meu senso de justiça e me inspirou a procurar dar voz aos que precisam de apoio jurisdicional.”, explica a Dra. Ana.

A partir deste momento, ela viu a oportunidade de pôr em prática o desejo de contribuir com a sociedade para diminuir injustiças e aumentar a conscientização sobre os direitos do trabalhador.

Em sua caminhada enfrentou dificuldades, noites em claro, o tempo longe da família, como mãe, tendo que deixar os filhos na escola e longa jornada diária, mas sempre manteve em mente o encanto pelo Direito e a dedicação aos estudos, e hoje, em quase três décadas de atuação, com seis colaboradores celebra as conquistas.

Em sua Graduação, encontrou mulheres em sua turma em situações parecidas com a dela. “Algumas buscavam emancipação, outras uma mudança de vida profissional, e outras, como eu, buscando um meio de melhor exercer uma vocação. Qualquer que seja o motivo dávamos inspiração umas às outras.”, comenta.

A colega Dedé, que lembra com saudade, era telefonista na Volkswagen durante o dia e no último ano da Graduação, foi diagnosticada com um câncer grave. O sonho de ser advogada a moveu para a tão esperada formatura, mas veio a falecer poucos meses depois. Formaram-se juntas e vitoriosas pela realização do objetivo.

Ana Stoppa e Dedé

A mensagem de motivação é lema da Doutora, enfatizando que devemos sempre nos manter firmes em nossos objetivos. “Se posso deixar aqui registrado, algo além da imensurável gratidão, desejo a todos os estudantes que escolheram ou foram escolhidos por Deus para esta profissão, que jamais esmoreçam, jamais desistam”, complementa a advogada.

Obs: As informações desta reportagem são de responsabilidade do ex-aluno ou ex-aluna que enviou e-mail para nossa Comunicação Social por meio do [email protected] na página do https://www.direitosbc.br/memoria/

Ver mais notícias